Novartis condena a guerra na Ucrânia e compromete-se a apoiar os esforços humanitários